Lugar Nenhum (Neil Gaiman)

Lançado pela Conrad em 2007, Lugar Nenhum chegou bem tarde no Brasil – a publicação original já tinha quase 10 anos quando a tradução finalmente foi lançada. Sim, dez anos. O que quer dizer que atualmente já vão aí quase 15 anos da criação de Lugar Nenhum. Na verdade, nesse caso é importante saber que ao contrário do que tem acontecido cada vez com maior freqüência, primeiro veio uma série de tv (lançada em setembro de 96 na BBC) e depois Gaiman ‘novelizou’, digamos assim, a série, criando então Lugar Nenhum (Neverwhere em inglês).

Sobre a série, há de se levar em consideração que foi gravada há um bom tempo, antes de novidades digitais mil que chegaram não só no cinema como também na TV. Em outras palavras, não espere muito de qualidade. Ela parece gritar “Anos 90” em vários sentidos, mas de qualquer forma ainda vale a diversão, caso algum curioso resolva procurar na internet.

Mas vamos agora ao livro. Eu estava dando uma olhada em um site sobre Lugar Nenhum e lá diz que logo na época que saiu a série foi lançado um romance, e um ano depois saiu uma versão diferente nos Estados Unidos. Essa versão diferente seria um “Londres for dummies“, digamos assim, enquanto a edição britânica leva em consideração que desde que é uma edição britânica, não precisa ficar explicando peculiaridades da cidade.

Enfim, não sei qual foi a edição traduzida pela Conrad, mas sei que me conquistou. A idéia em si é original no que diz respeito a como é desenvolvida, porque teoricamente é um misto de Alice no País das Maravilhas com O Mágico de Oz (e lógico, de Sandman). No caso, a história gira em torno de Richard Mayhew, um cara meio bobalhão que num belo dia resolve ajudar uma moça que parecia machucada. Depois que ela é “salva”, Richard percebe que entrou em uma baita encrenca: na Londres que ele vive, ninguém mais o enxerga ou reconhece. Agora ele não pertence mais à Londres-de-cima, mas à Londres de onde viera a garota que ele ajudara. Uma Londres subterrânea, cheia de esgotos e mistérios: a Londres-de-baixo.

Lugar Nenhum começou meio morninho e sem gracinha (e eu até ia dizer que Gaiman estava se especializando em criar protagonistas do tipo perdedores meio bobos), mas no final das contas parece que somos levados à Londres-de-baixo com Richard Mayhew, e vamos conhecendo as peculiaridades daquele lugar junto com ele e então passamos do atordoamento inicial do rompimento das regras como as conhecemos na Londres-de-cima para um encanto pelas personagens da Londres-de-baixo.

É um livro muito divertido, daqueles que você não consegue parar de ler (pelo menos quando a leitura engata), saltando de um capítulo para outro conhecendo novas personagens, daquelas que só poderiam mesmo ter saído da cabeça do cara que contou a história de Sonho. Fantasia de ótima qualidade, com aquele senso de humor típico de Gaiman e, o melhor, somada a uma aventura que não deve nada aos nossos filmes favoritos de Sessão da Tarde. Muito gostoso e criativo, é provavelmente um dos melhores trabalhos de Gaiman depois de Sandman.

Em tempo: boa parte da graça da leitura está em conhecer Londres, por motivos óbvios. Os nomes dos lugares da Londres-de-baixo são sempre trocadilhos com os nomes reais da cidade inglesa. Isso quer dizer que pelo menos um mapinha simples da cidade é bom ter em mãos se você nunca teve curiosidade alguma sobre esse lugar. Talvez seja algo que tenha faltado na edição da Conrad, aliás. Aquele bom e velho apêndice que acompanha as histórias com os mundos mais vivos e ricos em detalhes já criados na fantasia, como é o caso da Londres-de-baixo.

COMENTE ESTE ARTIGO NO FÓRUM MEIA PALAVRA

Advertisements

One thought on “Lugar Nenhum (Neil Gaiman)

  1. Li esse livro ano passado, por PDF, concordo o começa meio fraco, mas a historia vai ficando interessante e o final vale apena, mas devo dizer que eu gostei mais da versão em HQ.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s