Livro de Papel: Capas

Todo aquele que lê com frequência começa a desenvolver gosto pelo livro, o objeto em si. Tanto é que o argumento de 9 entre 10 daqueles que dizer que não adotarão um e-reader é “Não há nada como um livro de papel”. Esse sentimento começa com coisas simples, como o cheiro do livro novo, até chegar na compulsão bibliófila de ter diversas edições de um mesmo título, por exemplo. E é para comentar um pouco dos aspectos desse apego (ok, fetiche) que começamos este mês com a nova coluna, Livro de Papel.

Algo que atiça até mesmo quem ainda não chegou no fim do espectro da adoração por livros de papel é a capa. Há um público que já aprendeu a não julgar o livro pela capa, mas que ainda assim fica todo feliz quando vê que houve uma feliz combinação de texto perfeito e capa bem feita, que resulta obviamente naquele que você deixará na estante da sala, para todos verem.

Nesse caso para mim tiro e queda são os livros da Coleção Listrada da Companhia das Letras. Tenho verdadeira paixão pelas capas, que são até bem simples se for pensar bem, mas ao mesmo tempo tão bonitas visualmente falando (e ainda mais lindas quando fica um livro ao lado do outro na estante). Alguns exemplos:

Também é legal quando há uma combinação de materiais, que acabam resultando em um efeito bem interessante como por exemplo o Tequila Vermelha de Rick Riordan (da Editora Record). A textura do título e do nome do autor é diferente, mais “arenosa”, lembrando justamente a ideia da aridez do Texas que o livro retrata. Muito bem sacada.

Outro lançamento recente que ganhou uma capa muito legal foi Lolita de Vladimir Nabokov (da editora Objetiva). A capa é delicada e femina, perfeita para representar uma das histórias de amor mais polêmicas já publicadas.

Mas claro, nem sempre a fórmula texto + capa dá certo. Às vezes você tem em mãos uma das histórias mais bacanas dos últimos tempos, mas a capa é feia de dar dó. Há o famoso caso das capas da Martin Claret, que recentemente até adotou um novo visual. Tem também aquela situação em que o livro ganha adaptação para o cinema e as editoras correm para fazer uma capa igual ao pôster do filme, arruinando muitas estantes de bibliófilos, como por exemplo:

Isso para não falar de séries de livros que acabam ganhando capa nova quando em nova edição, como o caso do já citado Guia do Mochileiro das Galáxias de Douglas Adams. Se você não conseguiu todos os volumes da série antiga e dependia da nova edição para completar a coleção, já era.

E finalmente, tem o caso das capas geniais. Aquelas que fariam alguém comprar o livro mesmo sem sequer ter lido a orelha ou jamais ter ouvido falar do escritor. Por exemplo, temos pela Nova Fronteira a edição comemorativa de Grande Sertão: Veredas de João Guimarães Rosa. O título é “costurado” na capa com linha vermelha, e alguns pedaços do fio ficam para fora, o que imita o efeito de sangue escorrendo na alvura do fundo. Linda.

E não dava para fechar essa coluna sem falar do trabalho da coleção Ficção de Polpa, da Não Editora. Copiando as revistinhas pulp onde histórias de horror, ficção científica e detetives costumavam ser publicadas, a capa cumpre perfeitamente o propósito de antecipar para o leitor o que ele terá dentro do livro. Muito legal mesmo.

DISCUTA ESSE ARTIGO NO FORUM DO MEIA PALAVRA

Advertisements

3 thoughts on “Livro de Papel: Capas

  1. Não que isso seja regra, ou que isso seja óbvio demais, mas em muitos dos casos, a capa indica a qualidade de uma editora: já cansei de ver livros com capas deturpadas e feitas de forma esdrúxula, as quais pouco dizem a respeito da obra em questão. Isso pra não dizer capas que caem no óbvio, como um autor greco-romano e pilares derruídos. A capa é, também, um indicativo de que aquele livro provavelmente sofreu uma revisão e de que a pessoa que planejou seu projeto gráfico leu o que se propôs a fazer… É maravilhoso você conhecer uma obra e ver que a capa condiz, em detalhes, com o que é narrado e com o que é proposto!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s